Skip to content

Dia da Consciência Negra

novembro 20, 2013

O dia da consciência negra celebra a luta do povo negro no Brasil. Uma luta que desde sempre foi apagada, colocada em segundo plano, invisibilizada. Este processo de apagar a luta dos negros por cidadania e igualdade no Brasil prossegue e se fortalece a cada questionamento do tipo: “ué, por que não pode existir o dia da consciência branca?”.

Essa pergunta cretina já mostra que nós, brancos, não queremos largar o holofote da sociedade por nada. Nem que pra isso tenhamos de fingir um histórico de luta contra uma opressão que nunca existiu.

Quem conhece um pouco de história sabe que nenhum argumento sustenta tamanha burrice. Acho que não preciso relembrar os séculos de escravidão, a exclusão que veio com a república, as diferenças salariais, educacionais. Os números da população carcerária e o genocídio que é promovido contra a população negra nas periferias.

Quem é branco não tem consciência da própria cor porque ela não muda em nada a vida da pessoa. A cor da minha pele não carrega séculos de opressão, exclusão e violência. A cor da minha pele não me obriga a provar que não sou bandida. A cor da minha pele não merece orgulho, pois nunca fez parte de uma identidade desprezada e vista como inferior, marginal, enfim, nunca me obrigou a lutar por nada.

Se for pra ter consciência branca, que seja a consciência da vergonha. Porque aceitamos a brutalidade da escravidão e a miséria das favelas por tempo demais. Aceitamos a brutalidade do passado e lavamos a mão no presente, afinal, “isso já passou, somos uma democracia” e nos recusamos a encarar as feridas abertas da sociedade.

Ao invés de lutar contra uma opressão que não existe, deveríamos refletir sobre a dívida histórica, as feridas abertas e admirar os séculos de luta da população negra. Caladinhos, de preferência, que é pra não passar vergonha fazendo pergunta cretina.

* * *

E é claro que minha pequena homenagem para o dia de quem construiu a identidade do Rio de Janeiro, esta cidade que tanto amo, só poderia vir em forma de samba.

Anúncios
One Comment
  1. Que o penhor dessa igualdade, consigamos conquistar com braço forte!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: