Skip to content

Eita mundo bom de acabar

setembro 23, 2012

Estava passeando pelos grupinhos de discussões feministas no Facebook quando me deparei com o seguinte link (e fiz questão de tuitar pra não sofrer sozinha):

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=272583352858902&set=a.260776340706270.58510.260765624040675&type=1&comment_id=528919&notif_t=like

O horror, o horror

Sério, acho que essas fotos e os comentáriosque fizeram (que eu vou colocar ao longo do texto) são uma compilação de tudo que tá errado no mundo. Slut-shaming pra dar e vender e misoginia rolando solta. Gente comemorando que a menina foi atacada, achando engraçadíssimo e dizendo que ela merecia um castigo maior por ter exposto os seios em público.

Gabriella Duarte LOOOOL Espero que tenham arrancado os mamilos dela para deixar de ser otaria

Essa foto parece ter ocorrido no Mardi Gras, uma espécie de carnaval dos Estados Unidos. Lá, as meninas ganham um colarzinho colorido cada vez que mostram os seios. É a norma da festa, assim como é a norma do carnaval carioca ter um monte de passistas desfilando seminuas na Sapucaí. Tudo que a menina fez foi seguir uma norma da festa para se divertir um pouco. Não consigo acreditar que pensem que ela merece ser punida por isso. Que um estupro (segundo a lei brasileira, isso é estupro. Não sei como é a lei dos EUA) é uma punição MERECIDA neste caso.

Eduardo Santos quem mandou mostrar os peitinho putinha, agora aguenta haha

Ver essa sequência de fotos me deixou muito triste, de verdade, porque quando uma violência dessas acontece contra uma mulher, todas nós sofremos. Como não sentir na própria pele o sofrimento estampado no rosto da menina? Como não sofrer ao perceber tantos homens ávidos por atacá-la, rindo, e por haver tanta gente ao redor filmando o ocorrido sem ajudá-la? É por isso que o feminismo precisa existir, precisa ser uma bandeira de tod@s que desejam erradicar a cultura de estupro em que vivemos.

Jose Henrique Perao puta fdp se fudeo acho o q ? que iam so sorrir pra ela ?? ela mostra as teta e aff ela tinha que morre queimada

Porque basta ler os comentários para perceber a cultura de estupro em estado puro. Muita gente justificando as agressões e dizendo até que ela merecia ter sido queimada viva. Porque mulher tem que conquistar o respeito, ao contrário dos homens, que são respeitados simplesmente por serem humanos.

tem que se foder mesmo , vai pagar de vadia no meio da galera e vadia não merece respeito , pois nem elas se dão respeito 😀

É isso que uma vadia “merece”?

E até algumas pessoas justificando a cultura do estupro mesmo sem querer. Isso mostra o quanto essa cultura perversa está entranhada em tod@s nós. Alguém falou que a atitude dela foi meio imprudente, afinal, ela estava rodeada de homens que pareciam animais. Ou seja, foi quase como jogar um pedaço de carne numa arena cheia de leões famintos: o natural é que eles fossem para cima dela. E não, isso não é uma atitude natural. É um absurdo, é hediondo. Naturalizar a violência é justificá-la.

Outras pessoas ainda disseram que ela deveria ter se resguardado numa situação em que obviamente daria merda. Ou seja, naturalizando o que ocorreu. Sim, é verdade que o mundo é cheio de gente escrota e que precisamos tomar cuidado. Mas se a gente evitar fazer tudo o que pode nos trazer o risco de ser violentadas, viveremos trancadas em casa para sempre. As precauções são necessárias, mas não devemos agir como se fosse a coisa mais natural do mundo. Não é natural que tenhamos de viver com medo do estupro. Estupro não é um fardo que devemos carregar por sermos mulheres e não é nossa responsabilidade evitar que ele ocorra.

A regra é clara: dizer que a menina foi imprudente, que isso ia mesmo acontecer e que ela deveria ter sido mais prudente é naturalizar a violência. É culpar a vítima e endossar a cultura do estupro.

E, sério, os comentários iniciais são uma prova de que o fim do mundo seria muito bem-vindo. Não tem como ler isso e acreditar que a humanidade está no rumo certo: pelo contrário, eu acho que a gente falhou como espécie.

Julia Bianca Lorena puttini se vc acha isso tao normal aa então sai na rua sem roupa NAO FIQUE DEFENDENDO PESSOAS BAIIIIXAS QUE GOSTAM DE SE MOSTRAR …..ABUSO???????? ELA TA SE MOSTRANDO POQ ELA QUIS NINGUEM COLOCOU UMA ARMA NA CABEÇA DELA E É VADIA SIM E PAREQUERER CHAMA ATEÇAO NOS COMENT’S QUE VC TA PARECENDO UMA RETARDADA SUA VADIA IGNORANTE!.

Felizmente, logo chegou uma verdadeira tropa de feministas para repudiar a imagem e as reações misóginas. Aí eu até senti um pingo de esperança pela humanidade. Tive aquela sensação incrível de estar em ótima companhia.

É quando isso ocorre que eu não entendo como alguém NÃO é feminista. Porque um negócio desses é um ataque contra todas nós, é um ataque aos homens porque somos incentivadas a ter cuidado, pois nunca se sabe quem poderá ser o agressor. A sociedade inteira sofre com esse tipo de violência.

Não custa lembrar

Anúncios

From → feminismo

16 Comentários
  1. que dó da garota. sinto realmente muito por ela. nao posso nao sentir raiva das pessoas que a agarraram E das que filmaram. cá entre nós, dizer que vadia é fácil. explicar porque outras mulheres sao agarradas vestindo pulover e moleton é outra história. o pessoal que condenou/crucificou a garota esquece que muita gente “que se dá o valor” pode passar pela mesma situacao.

    • A situação inteira dá muita raiva. Principalmente dos comentaristas no facebook. Não consigo entender como alguém acha graça no desespero da menina. Exato. As pessoas acham que só mulheres “que não se dão ao respeito” podem passar por isso, quando a verdade é que todas nós somos vulneráveis. :/

  2. Elo permalink

    Quando você sai de casa, você sai pra tudo que tá lá fora, pra vida. Se na vida tem ladrão de carro e você compra um carro caro, você tá assumindo ser alvo de pessoas que querem o seu carro. Se você sai e anda por locais perigosos, você tá saindo pra ser alvo de assalto e violência.

    Se você sai e se veste de forma atraente e provocante, você tá saindo de casa na mesma “vibração” e “direção” que pessoas que desejam aquilo, de forma respeitosa ou violenta.
    Inconscientemente nós buscamos atrair e repelir coisas. E a forma como nos vestimos é um grande símbolo pra atrair e repelir certas coisas.

    Culpa não é algo ruim, culpa é responsabilidade. Existe a passiva de quem deixa acontecer ou recebe a ação, e a ativa de quem efetua a ação. Se você estava lá, você faz parte, se você faz parte, você é parcialmente responsável. A não ser que seja uma ação de uma pessoa nela mesma. Se aconteceu, pode crer que alguém deu condição pra isso.

    Se um estuprador vê diversas pessoas passando na noite e escolhe a mulher com roupas “indelicadas”, ela é parcialmente culpada sim. Ela se colocou provocativa sexualmente pra alguém com desejos sexuais incontrolados. É como ser feito de bife e passar na frente de um leão e esperar que ele fique parado. Nada de ruim que acontece é culpa de uma pessoa só. Pode ser uma culpa simples, de somente estar lá, ou pode ser uma culpa de “vibrar” em harmonia com a situação

    Porque é exatamente a sua VONTADE que te fez presente naquela situação.

    Até a próxima, minha gente.

    • Por favor, não me mande esse papo de “inconsciente” a menos que você tenha formação em psicanálise.
      Outra coisa: a minoria dos estupradores são doentes que agarram desconhecidas na rua. Procure se informar.
      E entenda que NADA justifica o estupro. NADA. A responsabilidade pelo crime é inteiramente do criminoso. Pare de alimentar a cultura perversa de violência em que vivemos.

      • Elo permalink

        Por favor, não use essas palavras: “Procure se informar” ou “ao menos que tenha estudado tal coisa”. Não tenho uma boa imagem de pessoas que usam tais palavras (não leve para o pessoal :p)

        Você leu e digeriu tudo o que eu digitei? Em nenhum momento eu disse que todos os estupradores são de jeito N ou X.

        O que eu quis dizer é que: Toda causa tem uma consequência, boa ou ruim. O que eu escrevi serve para qualquer situação, não só o abuso sexual.
        O mundo está cheio de doentes, não adianta você sair vestida de tal maneira e achar que nunca vai acontecer nada com você. A partir do momento que você põe seu pé pra fora de casa, você está sujeita a sofrer qualquer tipo de violência desse nosso mundão (claro, são inúmeras situações e inumeros tipos de violências que, levaria um tempinho para eu explicar, rsrs)

      • Você realmente acha que um determinado tipo de roupa é um fator decisivo para uma mulher ser estuprada? Porque até mulheres que usam burca são estupradas. E a minoria dos casos de estupro acontecem num beco escuro, em que um desconhecido ataca uma mulher aleatória na rua. Pais estupram filhas, irmãos estupram irmãs, namorados estupram namoradas, maridos estupram esposas.
        Isso que vc tá falando é cultura do estupro, apenas. Dê uma lida em outros blogs sobre o assunto, o que não falta é material para você entender como está alimentando essa cultura perversa.

    • Elo,

      Não existe essa de desejo sexual incontrolável; incontrolável parece ser a vontade que muitos tem para defender ESTUPRADORES.

      E dizer que inconscientemente ela desejou aquilo é argumento EXCELENTE para quem quiser defender QUALQUER conduta, pir mais asquerosa que ela seja.

      • Elo permalink

        Bom, tenho que discordar. Existe sim desejo sexual incontrolável, assim como existem psicopatas que perderam o seu “freio” (que os impedem de fazer atrocidades) e fizeram altas vitimas. (troque a palavra “psicopatas” por “estupradores”, que, no fundo, são quase a mesma coisa, porque… se alguém é capaz de estuprar alguém, é certeza que também tem a capacidade de matar [Se não me engano, 1 a cada 10 pessoas são psicopatas, a maioria tem o seu “freio”, é claro])

        Se por exemplo, eu andar com meu celular na mão pra lá e pra cá na rua sem pensar no fato que eu posso ser assaltado/a, eu estou sim, inconscientemente, pedindo para ser assaltada/o.

        Só pra deixar claro, Não estou defendendo nada nem ninguém.

      • não, vc está errado em relação ao que fala sobre transtorno da personalidade anti-social. E nem todo estuprador é sociopata.
        Olha, eu não gosto de dar carteirada, mas estou no último ano de psicologia. Você é psicólogo? Pense duas vezes antes de falar do que você não sabe pra não passar vergonha.
        Ninguém PEDE pra ser assaltado e menos ainda pede pra ser ESTUPRAD@. Um pouco mais de empatia seria bom. Qual a parte de “a culpa nunca é da vítima” você ainda não entendeu?

      • Elo. Vou responder aqui com palavras emprestadas. A comparação do estupro com furto seria o mesmo que dizer que um cara que vai de rolex na favela tá PEDINDO para ser furtado. É aqui que insiro um texto de autoria de Lolaronovich disse…

        “A comparação espúria entre roubarem seu rolex e ser estuprada é a seguinte: quem usa essa analogia está dizendo que roubar em geral é errado, mas quando uma pessoa põe um rolex e vai pra favela, essa pessoa tá PEDINDO pra ser roubada, saca? Aí ela MERECE ser roubada, porque onde já se viu provocar os favelados com um relógio tão caro? Então quem fala essa besteira classista está dizendo que, EM GERAL, estuprar é errado. Mas se uma mulher sai à rua sozinha e com roupas provocantes, ela está pedindo pra ser estuprada, porque onde já se viu provocar homens sedentos por sexo e incontroláveis com um “convite” desses?
        Portanto, quem faz essa analogia idiota está mesmo dizendo que mulheres são rolex, e homens são favelas. E que mulher nem deveria chegar perto de homem, porque essa é uma provocação sem tamanho.
        Em outras palavras: uma analogia dessas é hiper misândrica, demonstra ódio aos homens, diz que eles (todos eles) não conseguem controlar seus impulsos sexuais e saem por aí estuprando. Mas, por incrível que pareça, são homens que odeiam feministas e nos acusam de odiar os homens que fazem essas comparações. Não são as feministas. Feminista em geral não gosta de comparar estupro com roubo, porque a violação de um corpo é algo muito mais terrível que a violação da propriedade”.

  3. Elo – lembrando – “Essa foto parece ter ocorrido no Mardi Gras, uma espécie de carnaval dos Estados Unidos. Lá, as meninas ganham um colarzinho colorido cada vez que mostram os seios. É a norma da festa, assim como é a norma do carnaval carioca ter um monte de passistas desfilando seminuas na Sapucaí. Tudo que a menina fez foi seguir uma norma da festa para se divertir um pouco. Não consigo acreditar que pensem que ela merece ser punida por isso. Que um estupro (segundo a lei brasileira, isso é estupro. Não sei como é a lei dos EUA) é uma punição MERECIDA neste caso.”

  4. Nem quero acreditar nesses comentários. Estupro não é natural.
    Até quando a gente vai ver esse tipo de coisa?

  5. Isso não é coisa típica de homem. OS HOMENS QUE EU CONHEÇO NÃO FAZEM ESSE TIPO DE MERDA. Parem de achar que tudo que homem é assim para justificar crimes! Tenho pena de quem convive com homens que abusam de mulheres e acham que toda a humanidade é igual! Não, não é!

    Mulheres, não se submetam a isso! Homens que apoiam essa merda, parem de achar que todos são idiotas como vocês!

  6. Marcia permalink

    Meninas adorei o comentario de vcs principalmente de Karla,gostaria que vcs fossem no http://www.facebook.com/RepudioAoNewHitAcusadosDeEstupro e falasse um pouco desse assunto pq tem muitas pessoas que vao la pra defeder estupradores…beijos

  7. sheila permalink

    Essa historinha de instintos incontroláveis é inaceitável, se partimos do pressuposto de que determinada roupa ativa algo dentro de homens incontroláveis estaremos culpabilizando as vitimas, agora as mulheres tem que ter medo de usar uma roupa x ou y para não ser atacada por um louco que não se controla. E os loucos que estupram crianças? elas tbm provocaram, talvez suas fraldas sejam por demais provocativas, é isso mesmo, vamos nos esconder? Isso não é coisa de homem, mulheres tbm sentem desejos e nem por isso saem se esfregando por ai..Parem de ensinar mulheres como se comportar e comecem a ensinar os homens a respeitar!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: